Novo Hospital Regional de Estância deu xabu Caju News Maio 24, 2015 0

*Por Hemann Hofmam

hermann hoffmanAinda nem chegou o São João em Estância, a mais iluminada e bombada festa popular do município, e uma coisa já é certa: o que era para resplandecer e chamar atenção de todos, deu xabu, deu errado. Dessa vez, o xabu não aconteceu no artesanal buscapé, mas sim, no que era para ser o técnica e tecnologicamente bem resolvido Hospital Dr. Jessé Fontes.

Essa unidade atualmente presta uma desassistência à população da cidade e regiões vizinhas quando se omite a oferecer os serviços médicos à população, negando inclusive o previsto no Artigo 196 da Constituição, que reza que “a saúde é direito de todos e dever do Estado”.

Nesse contexto, a proposta grandiosa da recém-empossada superintendente Luciana Azevedo Carvalho, que se confunde equivocadamente (ou será por falta de ocupante no posto?) com o papel de assessora de comunicação, torna-se quase impossível. Respeitosamente assinalo, diante das evidências, que o cotidiano de Luciana é o de dramaticamente explicar exaustivamente que o médico “X” está de atestado, o médico “Y” está na audiência e que o médico “Z” está atrasado.

Raríssimo é ter a escala preenchida desse hospital e, na maioria das vezes, ele funciona somente com 01 clínico geral. Nas muitas Unidades Básicas de Saúde do município existem 02 médicos.

Essa é a consequência da política dentro dos ambientes que deveriam ser prioritários para a gente do Brasil: saúde, educação e segurança. No Jessé Fontes o exemplo é claro e fiel: Em Estância, a cidade de uma festa só (os festejos juninos), o Jessé Fontes, é, sem boca de cor, um xabu: o hospital de um médico só…

 

*É médico formado pela Faculdade Latino Americana de Cuba e colunista do Caju News.

Leia também:

Dengue: Brasil registra 220 novos casos por hora

CajuNews