Preso pela Operação Fox, prefeito eleito exibe “algemas” para humilhar a Justiça e a Polícia Federal outubro 11, 2012 5

Uma cena inusitada e que está servindo de chacota para o Judiciário e a Polícia Federal de Sergipe. Durante a comemoração do resultado das eleições em Rosário do Catete, o candidato e ex-prefeito Laércio Passos (PSD), que venceu a disputa, subiu nos braços do povo, amarrando em seus pulsos, uma espécie de corrente, simbolizando as algemas que foram colocadas nele quando foi preso em julho de 2006 durante a Operação Fox, realizada pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal.

A lembrança das ‘algemas’ foi utilizada pelo agrupamento adversário durante as eleições, fazendo uma alusão à prisão do ex-prefeito. Como venceu a disputa, aproveitando-se da morosidade da Justiça brasileira, Laércio Passos resolveu fazer graça com o episódio. No entanto, o gesto do prefeito eleito para o quarto mandato foi visto não somente como uma provocação aos seus adversários, mas como chacota às autoridades responsáveis pela fiscalização do dinheiro público no país.

O processo envolvendo o prefeito eleito de Rosário tramita em segredo de Justiça no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife.

 

 

Tags:

CajuNews